sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

«Uma Pequena Vingança»

 
Os problemas que encontramos na infância e na adolescência quando frequentamos a escola podem ser complicados e gerar situações de violência indesejada, tal como vinganças amargas. O “bullying” é um fenómeno mundial que atinge o maior número de casos nos Estados Unidos da América, país de origem desta longa-metragem.

Este drama, que marca a estreia do realizador norte-americano Jacob Aaron Estes, narra a estória de Sam (Rory Culkin) e os abusos que este vai sofrendo na escola por parte de George (Josh Peck), até que chega a hora de Sam engendrar um plano de vingança. Sam, com a ajuda do seu irmão Rocky (Trevor Morgan) e os amigos Marty (Scott Mechlowicz) e Clyde (Ryan Kelley), convidam George para a suposta festa de aniversário de Sam com o objectivo de fazerem um passeio de barco num belo rio de uma pacata localidade em Oregon (estado onde todos residem), com o objectivo final de humilharem George, deixando-o no rio totalmente nu e obrigando-o a regressar a casa por ele mesmo. Durante a viagem o plano inverte-se quando Millie (Carly Schroeder) - a única pessoa que desconhece o plano - se insurge contra o mesmo; todos se apercebem que George é um miúdo frágil e amigável que sofre de problemas mentais, recorrendo à violência como forma de libertar a raiva. Mas o plano inicial é posto novamente em marcha e acaba por correr muito mal. 

Jacob Aaron Estes retrata aqui a fragilidade humana de uma forma complexa e sensível, vincadamente dramática do primeiro ao último segundo do filme, sem cair em clichés desnecessários de violência gratuita ou despoletar sentimentos marcadamente exagerados por parte de personagens deslocadas em relação ao que o realizador pretende com o filme, como infelizmente se vai verificando por Hollywood. Tem algumas semelhanças com o polémico Bully – Estranhas Amizades de Larry Clark, embora nunca chegue a atingir os níveis de violência que Clark nos vai oferecendo nos seus filmes, focando-se ao invés no sentimento de intranquilidade, culpa e arrependimento que as personagens nos transmitem.

Uma Pequena Vingança foi nomeado e vencedor do prémio Humanitas Prize, no Sundance Festival, e Jacob Aaron Estes arrecadou o prémio Best Directorial Debut  (Melhor Realizador Debutante… passe-se a tradução), no Stockholm Film Festival – entre outros prémios. Um filme que apresenta a carga emocional de Paranoid Park, de  Gus van Sant, merecedor de uma visualização atenta da sua parte… sem as pipocas.

Título original: Bully.
Escrito e realizado por Jacob Aaron Estes. Produzido por Studio Canal, Lions Gate Films, Muse Production, Blacklist Films e Gravity Entertainment.

2 comentários:

  1. Tens o filme? Empresta-me, parece ter uma historia bastante boa..;)

    ResponderEliminar
  2. Tenho e empresto. 1 euro que custou lol Quisque power :D

    ResponderEliminar